Páginas

Pesquisar

Carregando...

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Porque ele também merece...

Hoje eu acordei, nesse frio de Julho, fui pegar o meu primeiro café do dia e, ao voltar para a minha cama, o que vejo?


Eu lhes apresento: Megg - ou Megan Fox, apelido carinhoso dado pela dona, minha prima - e aí está ela, dormindo dentro da minha cama.
Ao me deparar com esta cena, comecei a pensar sobre o quão despreparadas estão as casas para abrigar animais de estimação. Se você, assim como eu, considera o pet parte da família, há de convir que neste clima é complicado deixar o bichinho lá fora e eu, particularmente, não sou muito a favor das roupinhas simplesmente porque não parecem confortáveis para eles.
Raciocina aqui comigo: se você tem a sua cama, ele também quer a dele, e não é um cobertorzinho no chão, desse jeito ele vai continuar roubando a sua porque, obviamente, é mais confortável. A sala é, supostamente, uma área comum da casa, por isso, se você não quer se deparar com isto...


...e ficar sem lugar pra sentar, dê um espaço pro peludinho. Você escolheu levá-lo para dentro de casa, ele também merece.
Me desculpem, aqueles que se sentem ofendidos, mas eu sou do tipo que acredita que se você não vai ter esse tipo de cuidado, não tenha um bicho de estimação.

Então, lá vai. Pet-friendly Home Design - ou casas com design amigável para animais de estimação. ;b

Diversão, mobilidade e privacidade para gatos:

 

Gostaram? É de uma casa no Japão, feita pela AsahiKASEI, empresa especializada na construção e adaptação de espaços residenciais para receber animais como cães e gatos. Com um espaço desses, o seu gatinho nunca mais ficará entediado, e você não terá sofás arranhados!
Um pouco mais sobre a empresa, nos seus projetos são utilizados materiais resistentes aos bichanos, tanto no mobiliário quanto no piso, nos tapetes, escadas, etc.. Também é feito um estudo das necessidades dos clientes E dos seus animais, para que a casa seja adequada não só às manias, mas também ao tamanho do cão/gato, seu pêlo, etc..

Agora, cães!

Enquanto o maior problema com gatos é o tédio que eles sentem dentro de casa sem lugares para brincar e escalar, o maior problema com cachorros é a bagunça que estes fazem, principalmente se forem grandes e pesados. É difícil controlar um labrador, por exemplo, numa área fechada. Cães precisam de espaço, isso é fato. Precisam correr, pular, enfim, e a idéia do portãozinho é ótima para evitar acidentes!


Estas fotos também são de projetos da AsahiKASEI e, olha que bacana, tem até "estação de banho" pro bichinho! A "banheira" da foto acima, aguenta cachorros de grande porte, até 100kg.


O revestimento de escadas residenciais não é muito comum em regiões quentes, como no Brasil, mas evita acidentes envolvendo tanto os donos quanto os bichinhos. Existem revestimentos de nylon, laváveis, que não acumulam tanto pêlo, fáceis de limpar com aspirador de pó, e estão disponíveis nas mais diferentes cores, estampas e texturas, como os carpetes da FLOR, empresa norte-americana especializada nesse tipo de revestimento (não só em escadas, qualquer tipo de piso), e ainda são super fáceis de aplicar. :)

Alguns produtos da FLOR...

Sound Check by FLOR
Detalhes sobre o produto acima e instalação.

Reverb by FLOR
 Detalhes sobre o produto acima e instalação.

Mas, se você não quer - ou não tem condições - de modificar toda sua casa, arrumar um espacinho pro seu bichinho já é bastante e, com certeza, ele vai agradecer. Se você não tem espaço, estas opções de mobiliário multifuncional também são super interessantes.

Quero, quero, quero essa mesa de centro! O gatinho está incluso?

sábado, 14 de julho de 2012

Nunca é cedo...

Então, eu sei que ainda é Julho, mas não é surpresa - para quem me conhece - que eu tenho uma "leve" paixão pelo Natal. Não são os presentes, nem a religiosidade, é o clima. O clima natalino, pra mim, é a melhor época do ano! :)
Eu gosto de sair, ver as ruas decoradas, as lojas, fazer compras de natal, adoro... E como eu tenho criado um novo gosto por festas, decidi fazer um post sobre arrumação de mesas de Natal, sabe? Do tipo que você faz para um jantar entre amigos?

Começando, então.

Nem sempre é necessária aquela decoração tradicional de Natal. Muitas vezes pode se tornar pesada, pois, apesar de poucas, vermelho, verde e branco são cores fortes, contrastantes e pelo fato das decorações mais comumente achadas em lojas serem chamativas demais, fazendo a sua casa parecer ser habitada por elfos.


Sem contar que decorações de Natal podem, muitas vezes, custar mais do que você deseja gastar. Mas, sem desânimo, é sempre possível manter as cores e mudar os arranjos!


Estilo mais rústico, mesa simples, sousplat e pratos de cores alternadas, sem toalha de mesa (apenas caminho), guardanapos e arranjos básicos. Acho bacana brincar com a arrumação desse jeito.

É claro que, se você tem dinheiro, o seu rústico também pode ficar assim:


Olha essa louça!
Viu, que bacana, um Natal amarelo e púrpura? Adoro a combinação de cores complementares.

Vale ressaltar, também, que texturas podem ser utilizadas como cores, como neste ambiente - o último, prometo! - rústico, onde a madeira e os tijolos tornam-se elementos cromáticos tanto quanto o branco e o vermelho dos tecidos, louças, etc..


Ok. Agora, vamos levar em consideração que o Natal é uma época quente no Brasil - diferente do clássico clima frio, e da neve dos filmes americanos - e vamos pensar em alternativas interessantes.


Um Natal tropical! Ieba! Menos, Juliana.
Enfim, verde, laranja e amarelo, super combinação bacana, não dá um ar refrescante à sala de jantar? Acho super válido, e esse arranjo de bolas de árvore de natal deixa explícito o motivo desta arrumação, independente das cores utilizadas. Não dá pra enganar, gente, pinheiro não é uma planta muito brasileira, né?
E o que se come no Natal?


SUSHI! Não? Tem certeza? Ah, eu acho legal, combina com o clima quente do Natal brasileiro. Super diferente, a arrumação desta mesa mantém as cores do Natal, em tons mais fortes, mais refrescantes. As linhas retas - da louça de estilo oriental - interagem com a toalha de bolinhas. - oficialmente uma das frases mais esquisitas que eu já disse.

Dourado também é popular no Natal, e não é sem motivo. Combine-o com verde-azulado, azul-petróleo ou turquesa. Apenas uma palavra:


Sofisticação.

Ficou com vontade de planejar o seu Natal? Eu também... mas, eu sou suspeita, eu penso nisso o ano inteiro!
Agora, um desafio. Faz isso aí, Jéssica!


quarta-feira, 9 de maio de 2012

"Pra não dizer que não falei das flores."

"Aprendendo e ensinando
Uma nova lição."
 [G.V.]

 Luminária feita com pisca pisca e garrafa peti. Simples, lindo e SUSTENTÁVEL.
Criação da artista plástica mineira Laila Assef.
Quero fazer logo! Adorei =)

Mais trabalhos aqui:http://www.youtube.com/watch?v=pa_qodjMuxQ





quarta-feira, 18 de abril de 2012

Piso Pintado - Inspirações


Oi gente, volto à falar de piso pintado porque me indicaram essas imagens lindas demais!!!

A primeira enviada pela Jéssica (aqui do blog mesmo)
E a segunda enviada pela Isabela do Casa Bela

Muito Obrigada!


(Não tenho a referência desta)

pinterest
=)
Boa quarta-feira pessoal!

terça-feira, 10 de abril de 2012

Cinza... cinza e mais cinza!

Porque eu sempre gostei de cinza, e não entendo como as pessoas não gostam de cinza!!!!

Acho que algumas não tem idéia de como fica bonito um ambiente bem projetado com uma paleta de cores que inclui o cinza!

Claro que gosto não se discute... quem não gosta, não gosta! 

Mas, quem gosta compartilha comigo essas "belezuras", vai!


BLOG Alelubets


BLOG Avidadavivi


BLOG Casabonitinha

BLOG Pratudotemumavez

BLOG Pratudotemumavez


BLOG Pratudotemumavez


BLOG Pratudotemumavez


BLOG Pratudotemumavez


BLOG Viveresonhar


BLOG Viveresonhar

Todos ambientes para mim são lindos!

Ótima semana para todos!



quinta-feira, 29 de março de 2012

Tudo sobre o Epóxi


Recebemos um texto maravilhoso do Arquiteto e especialista em termoplásticos e polímeros, pela Universidade Federal de São Carlos, Fábio Gouveia sobre o epóxi. Nossa! Muito bom ver que podemos encontrar e contar com profissionais mais experientes! Muito obrigado Fábio... fiquei muito feliz por poder ter acesso ao seu conhecimento.

Então vamos lá?

A tinta, o revestimento epóxi como chamamos, é um sistema polimérico com uma cadeia carboxílica desenvolvido para promover uma reação irreversível, ou seja, depois que ocorre a  polimerização, no popular "que seca" não volta mais.
O epóxi é composto por resinas, cargas minerais, pigmentos e uma mistura de reagentes chamados por catalisadores. Cada empresa tem a sua própria fórmula que é o segredo de se ter um material de qualidade. O epóxi é utilizado de inúmeras formas, é chamado de tinta epóxi por utilizar a resina epóxi em sua formulação, no caso das tintas, ela promove a cobertura de superfícies em áreas críticas como áreas fabris, revestimento de pisos, tanques com substâncias corrosivas e por possuir cargas minerais como o quartzo (só o diamante é mais duro) apresenta características de durabilidade extrema, por este motivo são utilizadas para demarcar faixas, e revestir áreas que necessitam de um ambiente limpo.

O epóxi aceita bem ser utilizado em tanques com líquidos corrosivos com o Ph aproximado a 2. Uma das utilizações do epóxi também é na área hospitalar já que resiste aos mais diversos produtos de limpeza e seus solventes. O epóxi NÃO é indicado para qualquer piso, já que a preparação e o seu tempo de cura impossibilitam alguns tipos de utilizações. Por exemplo, se um bom epóxi for aplicado sobre a madeira, um piso, digamos de taco, as ligações químicas deste revestimento são tão fortes que entortariam os tacos e suas superfícies de topo fariam contrair as fibras inferiores da madeira fazendo um efeito tipo "canoa" inutilizando o piso e gerando custos adicionais para a remoção.

O epóxi também não é indicado para áreas externas por seus pigmentos geralmente instáveis, quimicamente falando, por não ser desenvolvido para encarar os raios ultravioletas com o resultado de perder a cor original, escurecer e calcinar os demais elementos da dita tinta. É claro que, com preparação correta a madeira SIM  pode receber o epóxi, talvez um verniz diluído em muitas vezes por um solvente adequado como o butil, faria este serviço, mas geralmente o famosão thinner toma conta da desta e acaba com o revestimento todo quando as cadeias químicas das misturas dos hidrocarbonetos deste líquido tão maldito se ligam ao verniz. Aí parceira, de novo lixa tudo e faz de novo.
A manutenção do epóxi é simples se executada por profissionais já que a parte mais complicada é a preparação com diferentes diluições para as seqüenciais demãos que formam o sistema do revestimento. A manutenção diária é dada por constantes limpezas com sabão neutro, quando o revestimento se gasta ou degrada, é necessário lixar superficialmente com um elemento se desbaste adequado e após a preparação correta, a aplicação de mais camadas ou demãos como desejar.

A aplicação do epóxi pode ser feita na maioria dos pisos normais, concreto, azulejo contanto que seja preparada de forma limpa de contaminantes como graxas e gorduras além de substratos bem aplicados, pois se aplicarmos em cima de uma tinta comum como PVA ( poliacetato de vinila) ou esmalte , acredite, em pouco tempo você estará removendo o material e jogando seu dinheiro fora.

O segredo da aplicação é o preparo do substrato, do piso cru, não se pode, por exemplo, aplicar em concreto novo co menos de 30 dias, pois neste período o concreto ainda está reagindo, soltando gases vindos das  subprodutos das reações gerando o problemas como descamação, delaminação e falta de aderência das camadas subseqüentes.
É possível sim fazermos desenhos em forma de traços e orgânicos se a máscara for feita com atenção, utilizando fitas crepe de qualidade e de novo, com a preparação correta.

Quanto as lojas não indicarem... há há ha com certeza é para não ter clientes em seus balcões reclamando que  "aquela tinta fedorenta não presta".

Um piso cerâmico desgastado com cara de tumba fosca pode ser sim revigorado com uma pintura bem feita, uma massa epóxi bem equilibrada pode preencher os espaços entre as peças de cerâmica, o tempo de lixamento ser cronometrado para não ficar muito duro enquanto ainda se trabalha na pintura e pronto, uma opção muito boa. PORÉM a mão de obra é o calcanhar de Aquiles deste belo produto...
Qualquer pintor vai dizer que sabe aplicar o epóxi... Risca a sorte e tenta, eu já sei o resultado... Dor de cabeça. Contrate alguém que realmente saiba o que está fazendo e fique sossegado...
Pior que aplicar o epóxi é ter de remover depois, só com maquinaria pesada depois, lixadeiras  orbitais e uma boa dose de braço com espátula...

Minha indicação para qualquer tipo de pintura é: um contrato com um empreiteiro bom antes do início da obra... Mas se você for do tipo que adora se arriscar existe outro tipo de revestimento, é o poliurethano chamado pelos "colegas" pintores de PU. Monocomponente, fácil de aplicar e menos pavoroso na não de obra.

Muito bom!

Muito Obrigado Fábio!

Agora sabendo de tudo, temos como informar e falar com mais base sobre o assunto, quando pensarmos em pintar pisos, sabemos que se for com o epóxi é muito importante termos cuidado para não acabarmos piorando a situação!

Fico a disposição de todos que quiserem comentar, perguntar e acrescentar informações sobre o assunto!

E vamos atrás do PU agora ;)

quarta-feira, 21 de março de 2012

Piso Pintado

Lindo, lindo, lindo!

Mas, como faz? Dá certo? Tem durabilidade? Alguém já fez, viu, ouviu ou trabalha com isso?

As imagens são lindas, de madeira ou de cerâmica, me inspira muito. E eu fico com água na boca.

Segue essas três imagens do blog Casa Nostra:




No blog, Casa Coisa & Tal, temos a informação sobre a tinta epóxi, que é super resistente "à abrasão e ao desgaste, podendo ser usada em pisos, paredes de alvenaria (rústica ou não) e até para pintar aquela parede de azulejos [...] Em pisos residenciais, onde o desgaste não é tanto, uma aplicação de epóxi dura em média uns 4 anos, bastando somente limpar com pano úmido ."

Estou ficando encantada!

Imagem: Casa Coisa e Tal
Mas então? Quem aplica, é difícil aplicar? Onde podemos encontrar tal tinta, andei procurando pela cidade em vão, e os vendedores das lojas desanimam a gente total!

E vocês tem algo para contar sobre pisos?

Segue mais imagens para animar essas são "emprestadas" do blog Decouração.



Alguém aí tem alguma imagem de piso lindo de morrer pintado que queria me enviar... envia vai jjpcc.interiores@gmail.com, só me avisa que enviou ;)

Beijos, bom finalzin de quarta-feira!


 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...